.

.

..............................Conecte-se com o Mandala.........................

Jiló e Saúde

Tradicionalmente odiado, principalmente pelas crianças, por seu gosto amargo e pouco atrativo, o jiló (ou jinjilo), é parente da berinjela e do pimentão. Para a surpresa de muitos, não é um legume e sim um fruto. O jiló é muito abundante no Brasil e na África e, por isso, acredita-se que ele se originou nesses locais. Quem não come esse fruto por achá-lo muitoi azedo está perdendo uma boa fonte de carboidratos, proteínas, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas (A, C e B).

O jiló. Foto: Rose Gomes

O jiló é recomendado para auxiliar na digestão e para proteger o fígado. Pra quem está de dieta também é muito útil, afinal, tem biaxa quantidade de calorias, cerca de 40 pra cada 100 gramas. Além disso, o jiló atua como inibidor do apetite, pequenas quantidades do verdinho, ao menos duas vezes por semana, diminui a quantidade de alimentos ingeridos pelo indivíduo. Quem não suporta o gosto do jiló, o site Cultura Mix, dá uma dica: triturá-lo e tranformá-lo em uma espécie de farinha.

Mas não pense você que esse azedinho não tem uma função bem definida, quando ingerido, o jiló estimula a produção de saliva, promovendo higiene na boca e hálito saudável. Se você quiser comprar um jilózinho, corra porque a época dele está chegando ao fim, vai de fevereiro a maio. Escolha os frutos mais brilhantes, lisos e firmes. Sua coloração deve ser verde uniforme, sem tons mais fortes ou mais claros em alguns pontos. Fuja dos amarelos porque são os mais azedos. As dicas são do Blog Comendo Bem.

E já que falamos de berinjela, ela será nosso assunto na semana que vem. Até lá!

Com informações do Blog Comendo Bem, Cultura Mix e Brasil Escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário